quarta-feira, junho 27, 2007

A Bandeira de Joaquim de Almeida

Joaquim de Almeida afirmou:

«Tive certas limitações nos Estados Unidos porque eu era estrangeiro. O Banderas foi depois de mim, com os filmes do Almodôvar, era mais novo e entrou com outra coisa. Foi criado como símbolo sexual! Eu podia ter tido essa projecção (...)»

Ahahah eu também nunca percebi porque não tenho a mesma projecção da Cláudia Schiffer... seus xenófobos discriminadores!

dass

6 comentários:

Mx disse...

ya... o Banderas nao era estrangeiro... daaahhh!!!

Me and my big ass disse...

O mal do Joaquim é que não tem sobrancelhas.... e pelos vistos neuronios tambem não!!!!

Paulo Dâmaso disse...

Ou eu, projecção com o .... espera... com o .... espera lá, deixa pensar mais um seghundito.... a mesma projecção do... não me ocorre... do, pronto daquele tal...

belinha disse...

ahahahah!!!

Anónimo disse...

A culpa � do Lobby gay :)

Gaius Germanicus disse...

Tem tudo a ver com a pronúncia. O "espanhol" é sibilino aos ouvidos das gringas; o "tuga" parece uma betoneira num sábado de manhã em que tentamos dormir.
A diferença está entre o "te quiero" e o "quero-te". Simples não é?

Avé Caesar

eXTReMe Tracker