terça-feira, agosto 28, 2007

A culpa é da GNR

Segundo o Diário Digital, Laurentino Dias, terá afirmado na Figueira da Foz que nasceu para a política após uma «carga da GNR», em Coimbra, três anos antes do 25 de Abril.
Se eu descubro quem foi o chui que bateu no Sócrates... chamem o 112!
dass

8 comentários:

Marreco disse...

Só se for por não lhe ter dado mais...
Também gostava de lhe arrear!!!!

jorge c. disse...

Marques Mendes descobriu que nasceu para a política no dia em que a GNR tentou dar-lhe uma carga e o gajo esquivou-se por entre os paralelos.

Pensamentos Felizes disse...

ainda existe alguém que não tenha vontade de lhe arrear?

GRaNel disse...

Fica provado que as cargas policiais são brandas. Gente desta laia tem de sentir as bastonadas... Sócrates até é rapaz para gostar.

carlos freitas disse...

Porra é mesmo preciso levar uma carga da G.N.R., para se ser político? Irra!
Se fosse do S.I.S., ou do S.E.F., um tipo passava a ser o quê?

Rei da Lã disse...

Este Laurentino Dias pertencia a que circo?

jg disse...

O que me estranha é dizerem estas coisas estranhas só na Figueira. Os gajos tomam-vos por trouxas ou isso por aí está a ficar tipo Entroncamento - terra de fenómenos?!!

P. disse...

Está mesmo a ficar uma terra de fenómenos, acontecimentos únicos, dirigida por incompetentes com outros incompetentes à espreita para ver se chega a vez deles. Aliando a tudo isto, a falta de massa crítica credível e disposta a mudar as coisas, o futuro da Figueira da Foz será sombrio, triste e frio como este verão.

eXTReMe Tracker