terça-feira, outubro 02, 2007

Hoje podemos brincar às eleições?

Uma pessoa passa anos e anos a ouvir que «ganhou a abstenção», «votar é um dever cívico», «a abstenção mata a democracia» e coisas do género.



Os eleitores do PSD da Figueira da Foz resolvem, assim, dar uma grande lição ao país:


  1. Caderno eleitoral? Só um? Nada disso, aqui somos tão democratas que até temos dois;


  2. Abstenção? Aqui vota quem pode e até quem não pode, quando muito temos supervotação!


  3. Pouca afluência às urnas? Na Figueira as urnas até fluem para as mãos das pessoas!


  4. O país queixa-se de que as eleições são em fins-de-semana prolongados, em férias, em dia de chuva, em dia de sol, aqui vota-se até às 3 da manhã e mesmo depois de o acto eleitoral ter sido anulado. Ah pois é!

E depois desta grande pedagogia democrática o que é que os portugueses ingratos dizem? Dizem que as eleições para a concelhia da Figueira da Foz foram uma palhaçada!


Que grande injustiça... só porque foram originais? Invejosos.


Ai cum caetano!


dass

2 comentários:

Paulo Dâmaso disse...

Ai cum caetano! bem "dizido" :)

eheheh

beijo meu

RMG disse...

Foi tudo tão democrático tão democrático que até os vencedores das eleições que não contaram para nada se fartaram de festejar!

eXTReMe Tracker