domingo, maio 08, 2011

Como Sócrates brinca com o recurso tardio ao FMI

http://http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=gix-BJlr7HQ


A moda de os políticos irem a programas de humor pegou. E aí vão eles em versão descontraídex, e por momentos são inimputáveis, pensando melhor, são sempre!


Vejam o vídeo até ao fim.


É delicioso ver como o Primeiro Ministro, na semana em que é mais do que nunca acusado, inclusive pela Troika, de ter recorrido tardiamente a ajuda externa e de, por isso, nos impor medidas bem mais gravosas que nos vão dar uns próximos anos de asfixia e muita miséria, consegue brincar com o facto.~


Diz o senhor contente que tem ministros do Sporting e que por altura da eleição até enviou uma mensagem a um ministro (eu diria que era o Silva Pereira se ele não clonar também a clubite) a perguntar se já tinham chamado o FMI! Ao que o outro inimputável responde que não precisam, que podem resolver os problemas internamente.


E o senhor PM acha que isto é piada, justamente esta semana, quando não é mais do que uma paródia à sua própria actuação irresponsável.


E nós rimos com o senhor. Vai uma vénia? Mas o que me deixa verdadeiramente furiosa é nem sequer conseguir ter uma tendência segura de voto já definida. Que miséria de partidos.


Não percebo que o BE e o BCP nem tenham ido a negociações, nem que fossem lá fazer manifestação pró-trabalhadores, marcar uma posição mas de presença.


Não posso deglutir as comunicações do PCP sobre o nobel da paz, e o constante calar das atrocidades dos regimes comunistas. E sobretudo não o entendo vindo de um partido que, internamente, é defensor dos direitos humanos e dos trabalhadores e tão preocupado com as liberdades individuais.


Por muito que o CDS-PP tenha o melhor grupo parlamentar e que defenda aspectos muito relevantes da nossa sociedade e economia, tem umas ideias e fundo de direita que me assusta verdadeiramente.


E nem vale a pena comentar a miséria franciscana de um PSD refém de sede de lugares políticos e da dupla Miguel Relvas/Catroga.


Naturalmente que nem estou a equacionar o voto em Sócrates, gosto pouco de coveiros por mais sorridentes que sejam.


P.S. Até votar é difícil neste país. Mesmo quando o número de eleitor funciona sem a confusão armada pelo Cartão de Cidadão e a competente comissão eleitoral!


dass

4 comentários:

Anónimo disse...

Mas o que é que te assusta no CDS? Assustador é pensar que as sondagens dão 35% a um gajo ( não é ao partido)que mente como respira, tem um desdém incomensurável por todos os que ousem contrariá-lo, teve um papel preponderante no caminho para aqui chegarmos, e ainda assim, como bem descreves, não contente em nos foder, ainda nos goza com a maior lata!
Medo? Pensa melhor.

wonderland imaginary disse...

Se puder, dá uma olhada no meu blog, estou divulgando ele. Obrigada pela atenção, e vou adorar receber opiniões. http://wonderlandimaginary.blogspot.com/

Anónimo disse...

Lido depois dos acontecimentos.
Sofro de um distúrbio semelhante, na direita desagrada-me o acrítico apoio às forças de repressão policial e a pouca defesa dos direitos individuais perante elas e o Estado. À esquerda a promoção das minorias a maiorias e a falta de um nacionalismo. Entre o PSD e o PS a diferença para mim é na qualidade da 'sacanagem' mais rascas e sucateira no PS, mais técnica e bancária no PSD.
Assim voto em coisas pequenas, com o único objectivo, impedir que escrevam por mim no voto em branco.
Continuo a olhar à volta e não vejo indignação, não vejo um rasgo de imaginação. Pressinto que a panela está a acumular pressão e que vai rebentar um dia. Somos de sezões, aguentamos aguentamos e um dia vamo-nos a ele que o comemos...

Evilim_Reis disse...

Seegue meeeu bloog .
http://evilimreis.blogspot.com/
Agradeçoo desde já ! #

eXTReMe Tracker