domingo, novembro 23, 2008

Fim-de-semana!

A minha vida anda tão interessante que tenho passado os últimos fins-de-semana em Madrid, Barcelona, Paris e por cá, no Bergantim. Ou isso, ou nem tenho saído de casa, e como posso não ter consciência de que realmente estou a bater no fundo... ainda me dediquei a fazer velas!

Há quem utilize velas perfumadas para idílios românticos, há quem faça de vela... eu faço velas!

Até vos digo mais... se a outra vai em 105 anos porque continua virgem e diz que o sexo envelhece, eu aos 105 não chego, mas arrisco-me a ir ao vosso velório. O problema é que não bebo, como pouco (mas ao menos reservo o pouco para grandes calorias), e não preciso de dizer nada quanto ao resto, por isso não sei bem o que andarei por cá a fazer uma centena de anos.

E o pior de ter por companhia a minha companhia é que tenho mau feitio! Está visto que não é fácil aturar-me... e eu tenho de o fazer todos os dias!
Preciso urgentemente de ir dançar, para libertar energia e os maus fluidos, obviamente que a minha dança histérica tinha de ter uma justificação... há quem faça terapia a partir pratos, eu faço terapia a partir os desgraçados que fiquem nos metros mais próximos da pista.

Durante a semana ainda arrisquei uma aula em que era suposto pedalar muito sem sair do sítio... curou-me de uma dor no joelho e ganhei outra dor, não posso dizer o sítio, mas garanto-vos que pelo ponto em que doeu, se não fosse tão doloroso teria sido um prazer!
Ora eu pedalava mais depressa se a banda sonora fosse a que eu ouço no meu mp3 quando vou tomar café mais enraivecida... os Placebo a garantir-me que «vai haver um acidente!» De todo o modo, como me meteram o verdadeiro incentivo à frente... podem ter a certeza de que se a coisa não avançou não foi por falta de eu dar ao pedal.
Enfim... digamos que, para entenderem, encaixamos mãos, pernas e... aí também, nos esforçamos bastante, sincronizamos movimentos, tivemos momentos lentos, muito rápidos e novamente lentos, suamos copiosamente, houve como que uma explosão, duche... Eu não fumo! Fiquei ligeiramente dorida... E não sei se volto à aula de indoorcycling! Só se me arranjarem solução almofadada.

E só porque me apetece, e a minha vontade aqui no blog impõe-se, o novo anuncio da Nespresso é… perfeito! Pronto, não é bem o anúncio! O Clooney até pode ser nota de €5… mas que compras!
Com a sorte que por aqui anda o tipo ainda me compra por carro telecomandado ou tamagotchi.

dass

10 comentários:

Anónimo disse...

Ai!!!!!
Essas descrições tão gráficas sem o serem...ufa!!!
Não fosse eu comprometido, e fizesse eu o género da Dass, não seria o spinning a provocar-lhas!! :)

Just kidding.
Todos sabemos que os gajos só provocam o que elas entenderem. ;)

Anónimo disse...

Ia escrever algo de realmente profundo. Mas em bom rigor, gostava mesmo era de lhe reduzir a expectativa de vida. Muiiiito!!!! ;)

Anónimo disse...

Sei lá! 60 anos bem vividos já bastariam, não? :)
Live fast die young? ;)

Anónimo disse...

Sendo certo que não há nenhum casting publicitado no blogue, envio o CV para onde? :)


P.S. Evitei utilizar o "meto onde" ou "mando para onde", não se vá dar o caso da Dass entender manifestar o seu propalado mau feitio para responder à pergunta supra. ;)

Anónimo disse...

Que pena, tão nova e já ter de recorrer a uma simples bike, ainda por cima das que só mexem os pedais e temos nós que suar...... Tenho pena de si, mas compreendo a sua atitude, é que realmente com a falta de homens no mercado, acho que deram também o crash, ou então ficamos na teoria que os homens são como o estacionamento, os bons (lugares) já estão ocupados e os que restam (lugares) são para deficientes. Enfim, mas garanto-lhe que se estivesse mal servida, não era uma reles bike que me tirava o "gosto" eu até nem sou ciumenta .... LOL
Kisses
Anónima

Anónimo disse...

Previsível.

Se não existe um gajo na vida de uma mulher, a culpa só pode ser daquele, que, ou já tem as mãos cheias e o ferro de um outro rancho, ou é tão desajustado ( eufemismo meu) que só uma deficiente o poderá considerar.
Invertamos os termos. Onde se lê "gajo" e "mulher", leia-se "gaja" e "homem", respectivamente. :)

Anónimo disse...

Então Dra.?

Não se passa nada, ou passa-se tudo? ;)

:)

Storm disse...

Desaparecida...
bom Natal!

belinha disse...

Então este ano não há nada para ler?!!

Luís Pais disse...

Dado que V. Ex.ª apresenta aqui um "link" para o "Blog do Quarenta", informo que o mesmo sofreu algumas alterações.
Caso seja do seu interesse, deixo aqui o novo endereço:

http://alhadense.blogspot.com/

Obrigado.

eXTReMe Tracker